Exposição Lendas e Mitos Orientais na Tatuagem

É composta por 10 obras, com cerca de 85cm x 65cm, produzidas utilizando nanquim e acrílica líquida sobre papel. A exposição é inspirada em mitos e lendas da cultura oriental, ícones da tatuagem oriental e gravuras clássicas. Cada obra é acompanhada por um breve texto que conta a história do mito ou lenda representado na obra, acentuando o caráter de formação de público desta exposição.

A exposição de pinturas “Lendas e Mitos Orientais na Tatuagem” tem como temática lendas folclóricas e a mitologia oriental, visto que esses temas influenciam fortemente o cenário de criação da tatuagem. Neste projeto são apresentadas pinturas que são parte do processo de reflexão do artista sobre o conteúdo e significados que cada ícone traduz.

A tatuagem é uma linguagem do corpo presente em todas as épocas e nas mais diferentes culturas ao redor do mundo. Ao longo da história da humanidade, foi através de desenhos ou escritas tatuados que o homem registrou na pele a sua história: representando fases de sua vida como uma espécie de diário, se tatuando para se enfeitar, desenhando no seu corpo códigos de sua tribo, ou quando foi marcado por outro homem com ferro e brasa por ser um escravo. A tatuagem é uma forma de arte viva, em constante movimento e que vem desempenhando funções de identidade, memória, poder e beleza entre a maioria dos povos.

Nessa exposição o artista foi inspirado pelas gravuras orientais que retratam lendas do cotidiano dos antigos povos orientais e que tenham relevância na sociedade contemporânea, devido ao seu caráter mitológico.

Ao nos apropriarmos dessas imagens em nossos corpos ocidentais, nem sempre atentamos a origem de sua criação, seus significados e mensagens, que são reveladoresdeum modobastantediversodonossode entender a vida e o mundo.

A proposta também chama atenção para a compreensão e valorização do tatuador como um artista produtor de pensamento e pesquisa estética. Pretende também ser uma reflexão sobre arte corporal contemporânea e suas raízes culturais e mitológicas.

O público é convidado a mergulhar nesse universo e a refletir que assim como uma pintura, que tem como suporte o papel e carrega significados para que todos apreciem, os corpos tatuados também podem ser compreendidos como suportes de arte.

Sobre o Artista

Tatuador, artista plástico.
Participou das seguintes exposições:
“Galeria Old Friends – 6 anos”, no Espaço Old Friends em Blumenau em agosto de 2016.
”Guitar Custom Tattoo” no espaço Matilha Cultural, em São Paulo de 20 de março a 07 de abril de 2013
“Incorpore Arte Body Suite Expo”, no museu Oscar Niemeyer em Curitiba em setembro de 2012.

Publicou a convite da editora Pixel Art os seguintes materiais

”Mauricio Huber Sketchbook vol2 em 2017”, ”Mauricio Huber Sketchbook” em 2014 e “Pixel Art Book, Série Tatuadores”: Mauricio Huber em 2011.
Trabalhou como artista convidado no Kartell Tattoo em Frankfurt na Alemanha em 2013 e 2014. Trabalhou como artista convidado na Color Up Tattoo em Curitiba de 2010 a 2013. Trabalha desde 2010 no Old Friends Art Studio do qual é sócio, em Blumenau onde desenvolve seu trabalho como tatuador e suas pesquisas em pintura e desenho.

Participou de convenções de tatuagem como expositor

5a Convenção Internacional de Joinville 2017. 7a Tattoo Week, São Paulo 2017. Art Day Tattoo Convention, Blumenau 2017. Tattoo Beer Blumenau SC 2016. 6a Tattoo Week São Paulo SP 2016. São Paulo Tattoo Festival São Paulo SP 2012, Incorpore Art Curitiba PR 2012, 1a Tattoo Week, São Paulo SP 2011, BC Needles Fest em Balneário Camboriú SC 2010. Convencion Tattoo Rosario Santa Fé Argentina 2010. Convenção Tattoo Pro Florianópolis SC 2009 e 2010. Convencion de Tatuajes de Neuquén Patagonia Argentina 2009.

Seu portfólio de Tatuagem está disponível no Instagram : @mauricio_huber.